Mostrando postagens com marcador Danilo Proença Marques. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Danilo Proença Marques. Mostrar todas as postagens

sábado, 19 de setembro de 2015

Os Assassinatos do Professor de Rumba

Escritor: Danilo Proença Marques
Editora: Chiado Editora
ISBN: 978-989-51-4226-2

137 páginas em Português no formato Papel

Sinopse: 
Como seriam as várias maneiras de amar um mesmo homem?
Dinho, instrutor de dança da casa noturna mais popular do Recife, carrega consigo paixões, um revólver prata na pélvis, e um passado de ex-policial no Rio de Janeiro, que ele se esforça para apagar.
Violenta e visceral, a narrativa é entrecruzada pela voz de personagens que amam e sofrem com o dançarino. Uma trama das periferias do Recife e de Fortaleza, de muito longe das orlas refrescantes de Aldeota e Boa Viagem.
Brasília Teimosa é o principal cenário dos amores quentes e desesperados dessas personagens que frequentam as noites da badalada Lady Moon, movidas pelo desejo de serem conduzidas pelo professor de rumba.

O que achei deste livro:
Danilo é um velho amigo, irmão de um amigão meu, por isso tenho muito receio de avaliar seu livro com emoção e não com a razão. Mas vou tentar ser imparcial.

Num primeiro momento tive a impressão de ser apenas mais um conto pornô com toques de violência, porém, no desenrolar do trama, o toque de passado, fazendo um suspense na figura de Dinho, que me deu a impressão de ser um personagem totalmente ambiguo, quero dizer, em muitos momentos tive até uma certa dó dele, de achar que ele era sofrido e que alguma injustiça havia acontecido com ele, porém em outros momento achava um filho da puta.

Para um escritor de primeiro livro, foi uma trama muito bem resolvida e que me fez ler as 137 páginas em apenas 8 horas.

Danilo usou na minha opinião todos os argumentos de uma boa história, mas principalmente soube prender o leitor.

Ansioso para ler o próximo livro para ter certeza de que a qualidade irá se manter.

Sobre o autor: 
Danilo Proença Marques nasceu na cidade de São Paulo em 1973. Ator no início de carreira, trabalhou com grandes mestres do teatro brasileiro como Antunes Filho e José Celso Martinez Corrêa.